Master i Margarita (TV Mini-Series 2005)

tv-series-master-and-margarita-small-64765

A série narra a chegada e a breve permanência de Woland (o diabo) e seu séquito (Behemoth, um grande gato preto que adora vodka, xadrez e armas de fogo; Korôviev, um grande negociador com um pincenê rachado e roupas apertadas; Azazello, um ruivo com um canino à mostra e um olho vazado, e Hella, uma jovem totalmente nua, ruiva e com olhos ardentes e fosforescentes) à Moscou stalinista de 1929. A partir da chegada dos demônios, tudo se torna um inferno. Coisas estranhas e aparentemente impossíveis começam acontecer por todos os lados da capital e cidades adjacentes: notas de dez se transformam em abelhas e papel picado, roupas desaparecem do corpo, um terno vai trabalhar sem o seu dono dentro, uma repartição pública inteira canta incontrolavelmente uma música folclórica russa, além de inúmeros casos de insanidade mental (individual e coletiva). Todo aparatum soviético, das artes à política econômica, é criticado pelo autor. A minissérie O Mestre e a Margarida foi um sucesso de audiência na Rússia, e muito elogiada pela imprensa – inclusive a Ocidental. A Goskino Company não poupou investimentos, e permitiu ao diretor Vladimir Bortko realizar um trabalho impecável. Os ótimos efeitos especiais e as finalizações, são uma prova disso. A série abarca quase todos os gêneros dramáticos, e se fixou como um dos melhores programas de curta temporada já exibidos na televisão de seu país, e não é para menos. Ninguém há de negar a excelente adaptação e as características autorais de Vladmir Bortko nessa série, “nem o assassino sem nariz de Gestas, nem o quinto procurador da Judeia, o cavaleiro Pôncio Pilatos”.

MINISSÉRIE EM 10 EPISÓDIOS (2005) (HDTV) Cultura+Legenda

(Créditos: Anderson Felix)

(Legendas sincronizadas por: Matheus Roedel e Marcos Ribeiro)